SILO ELEVADO

A linha de silos elevados é projetada para armazenar produtos granulares ou de fluxo livre, com peso específico de até 0,83t/m³, ou 0,60t/m³ no caso da linha de silos para arroz. As capacidades de estocagem variam de 15m³ (menor modelo) até 1.040m³ (maior modelo). Isto significa armazenar de 11 toneladas a 779 toneladas de produto, ou até 12.992 mil sacos de 60kg.

 Especificações técnicas:
- Chapa lateral e stiffeners fabricados com material ABNT NBR7008:2003 grau ZAR345;
- Revestimento do corpo do silo é Z350 (350 g/m2, soma das duas faces da chapa), conforme norma ABNT NBR 7008:2003;
- Projetados considerando os esforços relativos a velocidade dos ventos de 160 Km/h, baseado numa rajada de vento de 3 segundos;
- Dimensionados produtos de boa fluidez com peso específico de até 833 Kg/m³;
- Pernas instaladas no lado externo do corpo do silo;
- Telhado fabricado com material galvanizado de qualidade estrutural conforme norma técnica ABNT NBR7008:2003 grau ZAR-280 e escada com corrimão de segurança, revestimento Z275(275g/m2, soma das duas faces da chapa);
- Tampa com 2 janelas de inspeção;
 
- Não possui respiros de telhado;

3 - Composto por:
- Registro de descarga com roletes quadrado de 406mm(16”) com bica de acoplamento no diâmetro da tubulação. Acionamento manual via manivela.
- Porta redonda 1anel de acesso pelo telhado.
 

- Escada do telhado com corrimão de segurança;
- Escada marinheiro externa, com guarda corpo e 2 plataformas de descanso(1 no topo e 1 no transição coro/funil), degraus em formato anatômico com detalhes antiderrapantes
- Não possui escada marinheiro interna;
 

Segurança Operacional

A segurança é critério fundamental, permeando todas as etapas, desde a concepção do projeto, a fabricação até a utilização dos silos. Na fase de criação do projeto, é realizada avaliação criteriosa dos tipos de ações ao longo das operações de carga, descarga e quando o silo está vazio. Durante a fabricação, os processos utilizados garantem a repetição das peças com um padrão único. O silo contém ainda avisos dispostos nos locais de acesso (escadas, portas e janelas de inspeção), e as escadas e plataformas possuem guarda-corpo, rodapé, trava-quedas e peitoril.


Colunas de Sustentação

As colunas dos silos são fabricas em perfil “C”, com dobras enrijecedoras, unidas por arco submerso, o que garante uma solda perfeita e maior resistência do produto. São travadas entre si por cantoneiras, seguindo indicações das normas internacionais.
Os silos podem ser montados sobre estruturas metálicas ou de concreto, sendo utilizados para expedição de produtos em caminhões ou em vagões.



Funil

Os funis dos silos são fabricados em aço zincado de alta resistência, com a possibilidade de inclinação de 45° e 60° para produtos de difícil escoamento.
Todas as chapas são vedadas entre si, impedindo por completo qualquer tipo de infiltração. Devido a sua condição inclinada de montagem, a área interna do funil fica limpa, não havendo a necessidade de lavagens constantes após a descarga total do silo.



Chapas de cobertura – Telhado

As chapas de cobertura do silo são feitas de aço zincado, fabricadas em perfiladores de rolos com perfil trapezoidal e com abas enrijecedoras, que possuem dimensões dos perfis diferenciadas (macho e fêmea) para garantir encaixe perfeito. Além disso, a aba do perfil superior possui superfície plana na região de apoio da arruela de vedação (neoprene), possibilitando excelente impermeabilização.



Chapas laterais – Corpo do silo

São produzidas em perfiladores automáticos com perfil ondulado, garantindo maior resistência ao conjunto montado, além de padronização no perfil e na furação. O resultado é facilidade de fabricação e maior agilidade na montagem. As chapas são manufaturadas com aço de alta resistência, e revestidas nas faces com zinco com 99% de pureza em uma camada de 350 g/m².


Montantes

Fabricados em aço de alta resistência, os montantes têm perfil “C” com as abas enrijecidas e são fabricados através de processo contínuo em um perfilador de rolos totalmente automatizado. De pequena espessura e baixo peso, facilitam a montagem e o transporte. Os montantes possuem o mesmo perfil em todas as peças, garantindo maior harmonia visual ao silo montado. Alguns modelos de silos possuem montantes sobrepostos, resultando em resistência superior.


Respiros

Possuem na parte superior de junção com a chapa do telhado uma seção angular para evitar o acumulo de cascas e grãos, permitindo maior vida útil da chapa de cobertura e evitando a necessidade de limpeza constante.
As chapas de cobertura foram projetadas com um sistema de flange repuxado e elevado, fixado com massa de vedação, que impede por completo qualquer tipo de infiltração de água e resultando em maior rigidez para a fixação do respiro.



Tampa Central

Projetada para permitir o acesso ao interior do silo para inspeção e/ou manutenção, sem a necessidade de desmonte de nenhum equipamento de carga ou canalização.
Possibilita também verificação do processo de carga



Portas de acesso

Todos os modelos de silos são dotados de portas padrão, localizadas no corpo do equipamento, a fim de possibilitar o acesso ao seu interior. Esta porta possui como corpo uma chapa lateral mais estreita que é montada com outras duas complementares, permitindo maior intercambiabilidade e melhorando o aspecto exterior do silo.


Escadas do Corpo – Externa e Interna

As escadas externas possuem plataformas de descanso, guarda-corpo e dimensões padronizadas. Já as internas são dotadas de trava quedas. Foram projetadas seguindo todas as normas e exigências de segurança.




Sistema de Aeração - Acessório Opcional

Projetado para realizar a ventilação da massa de grãos utilizando insuflação de ar. É destinado à manutenção das condições ideais de temperatura e de umidade da massa de grãos armazenados, e é acionado quando há uma elevação da temperatura, detectada pelo sistema de termometria.
O sistema é composto por: ventilador centrífugo e coberturas perfuradas galvanizadas de área aberta mínima de 22%. A configuração das coberturas garante distribuição homogênea do fluxo de ar na massa de grãos.



Espalhador de Grãos - Acessório Opcional

Este dispositivo possibilita uma carga de produto mais homogênea, reduzindo a concentração de impurezas e grãos quebrados no centro do silo. Dois modelos estão disponíveis:
* Motorizado:
* Cinético (gravitacional)



Escada no telhado com corrimão - Acessório Opcional

A escada inclinada sobre o telhado é composta por degraus antiderrapantes e corrimão em formato tubular. É utilizada para o acesso superior ao silo, garantindo segurança na inspeção ou verificação no transportador / espalhador de grãos.


Galeria metálica (passarela) - Acessório Opcional

Construída em ferro cantoneira ASTM-A572 G50 (passarela fechada) ou em chapa galvanizada de alta resistência conforme NBR 7008 (passarela aberta), é composta por uma estrutura treliçada de montagem totalmente aparafusada. As passarelas estão dimensionadas para suportar o transportador de carga do silo, sobrecargas de serviço e forças de vento de até 120km/h, bem como permitir o acesso ao topo do silo com segurança.
A galeria metálica é apoiada sobre montantes específicos, dimensionados para resistir aos esforços adicionais da galeria (peso-próprio, equipamentos, produto transportado e vento). Possui passadiço com piso antiderrapante e rodapé, e corpo em formato tubular, seguindo as normas de segurança.



Sistema de termometria - Acessório Opcional

Sistema em que cabos com sensores de temperatura ficam mergulhados na massa de grãos, medindo, em níveis diferentes, a temperatura. Com as leituras do sistema de termometria é controlado o sistema de aeração para o resfriamento adequado da massa de grãos.
Modelos disponíveis:
* Termometria portátil manual;
* Termometria portátil automática;
* Termometria computadorizada;
* Termometria automática.

 

  • Rua G - Parque Industrial,
    105, Dois Vizinhos - PR
  • (46) 3536-4288
2017 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Grupo Mar Virtual