SECADOR DE GRAOS

Permite a secagem de soja, milho, trigo e arroz com elevado desempenho e alta eficiência energética. Atendendo as altas exigências do mercado, com muita versatilidade, dispõe de torres de secagem em colunas ou cavaletes, além das possibilidades de secagem com resfriamento ou em coluna inteira (resfriamento por aeração no silo), e diversos opcionais e itens de segurança.
O secador de Cereais , foi projetado de forma modular, com capacidades de secagem de 10t/h até 150 t/h na secagem de soja com peso específico de 0,75t/m3, com redução de umidade de 18% para 13%, operando em regime contínuo à temperatura de 20ºC, umidade relativa de 60% e pressão atmosférica de 717mmHg.
Detalhes técnicos:
Características Gerais do Secador
1º.) Construídos de forma modular, com padronização nas peças (menor peças para exposição).
2º.) Descarga através de eclusas acionadas por motorredutor com inversor de freqüência. Controle preciso no fluxo de descarga - (inversor de freqüência-opcional).
3º.) Duplo reaproveitamento do ar na secagem, o que resulta num menor consumo de energia térmica e menor potência instalada.
4º.) Difusores internamente lisos, evitando o acúmulo de impurezas e pó na chaparia do secador.
5º.) Utilização de parafuso com arruela de neoprene para vedação nas chaparias externas.
6º.) Chapas de fechamento dos difusores com dobras e pingadeiras – evita entrada de água no secador.
7º.) Plataforma e escada interna para acesso à torre de secagem, facilidade para possíveis manutenção.
8º.) Controle de nível mínimo de grão – evita perda de energia térmica.
9º.) Controle de nível máximo de cereal do secador.
10º.) Colunas metálicas para sustentação da torre de secagem.
11º.) Base de apoio do secador metálica.
12º.) Ventiladores axiais com sistema de retenção de material partículas liberado durante a secagem.

O Secador será composto por:
a) Funil de Carga:
O funil de carga é executado em chapas de aço galvanizadas parafusadas com parafuso e arruela de neoprene. É dotado de plataforma para manutenção, com porta de inspeção que permite acesso a parte superior interna do secador. Tem a função de receber o cereal e distribuí-lo uniformemente na câmara de secagem.
Na parte lateral do funil de carga está localizado os controles de nível máximo e mínimo de cereal.
O controle de nível máximo tem como função indicar quando o secador estiver completamente cheio e o controle de nível mínimo indicará a quantidade mínima de produto que o secador deve operar.

b) Torre de Secagem:
Este componente do secador tem a finalidade de conter os grãos, que serão secos, e em seu interior ocorre a evaporação e a extração da umidade através de ar quente.
A torre de secagem é constituída por uma série de painéis modulares metálicos que possuem em seu interior dutos, construídos em chapas SAE 1008, montados em forma de V invertido entre os quais escoam os grãos submetidos a um fluxo de ar quente, para proporcionar a secagem.
A montagem dos dutos individualmente, proporciona uma geometria favorável, uma manutenção simples e rápida. A comunicação dos dutos com os difusores de ar quente/frio se realiza através de um de seus extremos em forma de painéis. Observa-se que em um duto, teremos um extremo aberto, que poderá ser a entrada ou a saída de ar e o outro lado fechado.
A torre de secagem está desenhada de modo que os painéis estão separados por uma chapa vertical, a qual forma colunas de secagem de modo que se obtêm na descida dos grãos uma maior uniformidade, sem mistura de produto, pois os grãos estão sempre em movimento, tendo como resultado uma secagem mais uniforme e suave, melhorando desta forma a qualidade da secagem artificial.
A torre de secagem é composta por duas câmaras de secagem e uma câmara de resfriamento. Na zona de secagem a câmara superior é utilizada na secagem com alta temperatura (110ºC) e ocupa aproximadamente 40 da torre de secagem e a 2º câmara é usada na secagem com temperatura média 90ºC, e é o formada por 35% da torre de secagem. O ar que passa pela 2º câmara de secagem após atravessar o grão será recuperado e adicionado e adicionado a câmara de alta temperatura.
A câmara de resfriamento, semelhante a câmara de secagem, é composta por dutos e ocupa uma altura de aproximadamente 25% da torre de secagem, é atravessada por um fluxo de ar em condições ambientais, que após proporcionar o resfriamento da massa de grãos, absorvendo energia da mesma, é incorporado e adicionado a câmara de secagem a altas temperaturas.
A câmara de resfriamento tem a função de diminuir a temperatura dos grãos, para que estes ao saírem do secador tenham um diferencial térmico aproximado de 8ºC em relação ao ambiente.
Estas duas recirculações de ar proporcionam ao sistema uma considerável redução no consumo de combustível e na vazão de ar que deverá ser produzida pelo sistema de ventilação reduzindo a potência consumida.

Câmara de decantação
A câmara de decantação, localizada na parte lateral do secador, conduz o ar saturado proveniente da câmara de secagem, até os ventiladores.
Sua função principal é permitir a decantação das impurezas mais pesada liberadas durante o processo de secagem, impedindo que estas sejam lançadas ao ambiente o que contribui sensivelmente ao controle de poluição ambiental.
O secador possui também um sistema de retenção de partículas cujo descritivo de funcionamento encontra-se em anexo.

c) Sistema de descarga
O sistema de descarga é constituído pelo quadro de descarga e funil de descarga.
A descarga será feita por eclusas rotativas, acionadas por um motorredutor e um sistema de correntes de rolos e engrenagens com rotação fixa.
A variação no fluxo de descarga é feita através de um conversor modular, frequência com o qual pode-se variar a rotação das eclusas, aumentando ou diminuindo a quantidade da descarga.

d) Registros de ar
O sistema exclusivo de ventilação do secador apresenta um conjunto de registros localizados próximo ao gerador de energia, permitindo fácil operação no controle de temperatura do ar de secagem.
Para auxiliar na operação dos registros, o secador é dotado de 03 termômetros, localizados estrategicamente.

e) Ventiladores
Os ventiladores são axiais acionados por motores elétricos. A construção dos corpos de cones serão executados em chapa de aço. O rotor é balanceado dinamicamente e fixado diretamente no eixo do motor.
A localização dos ventiladores na parte superior da câmara de decantação aumenta a eficiência na decantação de impurezas e reduz a poluição sonora.

f) Difusores de ar
Serão construídos de aço galvanizados e lisos internamente para evitar o acúmulo de pó e impurezas na chaparia.

g) Escadas e Plataformas
O secador possuirá escadas e plataformas internas para acesso a torre de secagem e externamente para acesso ao funil de carga, o que facilita quando da necessidade de manutenção.

h) Sistema de Retenção de Partículas
Será instalado no secador o sistema de retenção de partículas do tipo coifa com filtro de ar posicionado entre a torre de secagem e o sistema de ventilação. A coleta de impurezas será feita através de um ciclone.
 

  • Rua G - Parque Industrial,
    105, Dois Vizinhos - PR
  • (46) 3536-4288
2017 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Grupo Mar Virtual